Resumo semanal da COVID-19 em Portugal - 15 a 21 de Junho

Não se esqueça de consultar todos os dados relativos a Portugal e ainda um olhar para a COVID-19 no mundo.

A evolução da situação epidemiológica de Portugal na última semana foi extremamente relevante no que concerne aos novos casos detetados, perfazendo um total de 2443 novos casos, entre 15 a 21 de Junho, naquele que foi o maior aumento semanal desde que terminou a 26 de Abril, quando a DGS afirmava não ter sido atingido o pico em Portugal.

Ainda assim, recuperaram em média 387 pessoas contra as 240 da semana anterior, sendo que apenas na segunda-feira o valor de recuperados foi inferior aos novos casos. Passamos assim de 12 664 casos ativos para 12 227, e para um total de 64,85% dos casos recuperados.

Nós óbitos a evolução deu-se positivamente, com uma média de 1,85 óbitos diários, contra os 5,4 da semana anterior. A taxa de fatalidade representa agora 3,91%, sendo que o total de óbitos cifra-se agora nos 1530.

Os internamentos é outro aspecto que merece ser salientado, onde diminuiu de 431 no início da semana para 407 no domingo e na Unidade de Cuidados Intensivos essa diminuição foi de 4 doentes, de 73 para 69.

Atualmente o maior crescimento de casos está relacionado a 3 episódios específicos, onde temos a questão de Lisboa e Vale do Tejo onde é possível afirmar que existe uma transmissão comunitária do vírus e onde a situação a nível de resposta hospitalar começa a preocupar tendo sido já requisitado o Hospital Militar de Belém para albergar doentes.

O Algarve, pela já muito abordada festa no início do mês tem feito os seus estragos, onde estão a ser detetados casos a um bom ritmo.

Um olhar para Reguengos de Monsaraz e para Alcobaça onde surtos que surgiram em lares têm levado a um aumento considerável de casos.

Por último, relatar o surgimento de novos casos de COVID-19 tanto na Região Autónoma dos Açores como na Região Autónoma da Madeira, regiões que há muito não apresentavam novos casos de COVID-19. A Madeira contínua a ser a única região de Portugal que não apresenta qualquer óbito relacionado a este vírus.

No caso de apresentar sintomas coincidentes com os do vírus (febre, tosse, dificuldade respiratória), as autoridades de saúde pedem que não se desloque às urgências. Ligue para a Linha SNS 24 (808 24 24 24)

OFEREÇA-ME UM CAFÉ

Apoie esta iniciativa individual que permite acompanhar a COVID-19 em Portugal, no projeto mais completo no país. O seu apoio ajudará a manter o desenvolvimento deste espaço e a qualidade da informação partilhada diariamente.

965 507 363           Paypal

Facebook

Siga-nos e fique a par de toda a informação

Aqui
Resumo semanal da COVID-19 em Portugal – 15 a 21 de Junho
Voltar ao topo