COVID-19 em Portugal - 331 casos e 8 óbitos são os números de hoje

Portugal com casos.

Não se esqueça de consultar todos os dados relativos a Portugal e ainda um olhar para a COVID-19 no mundo.

Para a apresentação do boletim estiveram presentes António Lacerda Sales, Secretário de Estado da Saúde e ainda Graça Freitas, Diretora Geral da Saúde. Numa comparação para com os números de ontem, estes sofreram uma diminuição no total de novos casos positivos.

Nesta quinta-feira, 4 de junho, os casos confirmados de COVID-19 em Portugal ascendem aos 33 592, um acréscimo de 331 casos, representando, em relação a números absolutos, uma diminuição comparativamente ao dia de ontem. A nível percentual, o aumento é de 1,00%.

Em relação ao número de óbitos, estes são 1455 no total, um acréscimo de 8, representando um crescimento de 0,55%. A taxa de fatalidade é agora de 4,33%.

Em relação ao número de casos recuperados, este é agora de 20 323, um aumento de 244 e perfazendo um total de 60,50%.

Aguardam resultado laboratorial 1741 pessoas. O número de internados é de 445 doentes, num aumento de 17 doentes, 58 deles nos cuidados intensivos, mais 2 do que ontem.

Olhando para os casos hoje apresentados, novamente a região de Lisboa e Vale do Tejo é aquela com o maior crescimento de casos, seguindo a tendência presentes nas últimas semanas e demonstrando assim um agravamento da situação nesta área.

No caso de apresentar sintomas coincidentes com os do vírus (febre, tosse, dificuldade respiratória), as autoridades de saúde pedem que não se desloque às urgências. Ligue para a Linha SNS 24 (808 24 24 24)

OFEREÇA-ME UM CAFÉ

Apoie esta iniciativa individual que permite acompanhar a COVID-19 em Portugal, no projeto mais completo no país. O seu apoio permitirá fazer face ao custo de manutenção deste espaço a ter lugar a 15 de Junho, além do desenvolvimento contínuo do mesmo.

965 507 363           Paypal

Facebook

Siga-nos e fique a par de toda a informação

Aqui
COVID-19 em Portugal – 331 casos e 8 óbitos são os números de hoje
Voltar ao topo