Pedro Ramo, Secretário Regional da Saúde e Protecção Civil, iniciou a conferência mostrando desagrado em relação a um número considerável de doentes testados positivamente que terão tentado quebrar o confinamento obrigatório, alertando desta forma para responsabilidade social necessária.

Os números divulgados diferem, novamente, dos revelados hoje pela DGS no comunicado disponibilizado às 12h00, sendo que na altura foram indicados 46 casos positivos na RAM.

Foram então apresentados 42 casos positivos, um acréscimo de 2 casos nas últimas 24 horas, menos 4 do que os números adiantados pela Direção Geral de Saúde, tal como tinha acontecido no dia de ontem e poderá ser este o desfasamento a esperar daqui para a frente.

Não existiu qualquer indicação sobre o número de potencias infetados que estejam a aguardar o resultado de teste.  O número de casos suspeitos é de agora 225, um aumento de 11 e resultaram mais 13 casos negativos, num total de 183.

Nos casos de pessoas em vigilância ativa, o total é de 728, uma considerável diminuição de 64 pessoas no espaço de 24 horas, sendo que no total dos casos em vigilância ativa estão agora 6 profissionais de saúde e, finalizando, um total de 1699 pessoas em vigilância passiva.

Quanto à distribuição geográfica dos casos positivos na Madeira, o Funchal lidera com 18 casos. Outro caso pertence também ele ao Porto Santo.

Todos os dados relacionados à Região Autónoma da Madeira podem ser consultados aqui.

Número de doentes confirmados na RA Madeira é agora de 42
Voltar ao topo