O início da tarde ficou marcado por mais uma conferência de atualização dos dados relativos à COVID 19 em Portugal pela Direção Geral de Saúde.

Hoje que é o 30º dia após o primeiro caso confirmado em Portugal, os números divulgados demonstram novos 446 casos (7%), num total de 6408 confirmados no nosso país. De ressalvar a descida no número de novos caso pelo segundo dia consecutivo.

O número de mortes em território nacional é agora de 140, uma acréscimo de mais 21, representando um crescimento de 17,65%. A taxa de fatalidade volta assim a aumentar, estando agora em 2,18%. Nas pessoas com 70 ou mais anos a taxa de letalidade é de 8,1%.

96 horas depois, o números de recuperados continua nos 43. Recorde-se que para ser caraterizado como recuperado, são necessários 2 testes consecutivos negativos para a deteção de partículas virais do SARS CoV 2.

Quanto ao número de internados é de agora 571 doentes, 164 deles nos cuidados intensivos, um aumento de 26 pessoas em relação ao dia de ontem.

Foi ressalvado os 14 dias passados desde o encerramento das escolas que permitiram impedir o um aumento da disseminação do vírus. Para a Direção Geral de Saúde, a prioridade é testar, isolar, proteger e tratar cada um dos casos. Declarações proferidas por António Lacerda Sales, Secretário de Estado da Saúde.

Foi também verificado a chegada de um avião com proveniência da China com mais material médico necessário ao combate desta pandemia em Portugal. Entre eles 200 mil testes e 700 mil respirados FFP2.

Em caso de apresentar sintomas coincidentes com os do vírus (febre, tosse, dificuldade respiratória), as autoridades de saúde pede que não se desloque às urgências. Ligue para a Linha SNS 24 (808 24 24 24).

Portugal atinge os 6408 casos no 30º dia após o primeiro caso no país
Voltar ao topo