Com 2995 casos positivos, mais 630 do que ontem – um aumento de 27% em relação ao dia anterior – 43 mortos e os mesmos 22 recuperados, Portugal entrou oficialmente na terceira fase da pandemia, a fase de mitigação.

A fase de mitigação é caraterizada por uma transmissão comunitária ativa e relevante o que leva Portugal a ativar um novo plano de combate a esta pandemia.

É por isso que à meia-noite vai entrar um novo plano. A fase de transição pode ter alguma turbulência, mas estamos aqui para resolver os obstáculos e contamos com todos – Diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

Conferência de imprensa COVID -19 | Acompanhe em direto #DGS#Saúde#SNS

Публикувахте от Direção-Geral da Saúde в Сряда, 25 март 2020 г.


O que realmente muda?

Se até aqui apenas os casos mais graves tinham internamento hospitalar, ficando os casos com sintomas mais leves a receber apoio em casa, neste momento as respostas serão mais alargadas:

  • Existirá acompanhamento em casa nos casos mais leves (cerca de 80%)
  • Acompanhamento no Centro de Saúde da área de residência em casos que apresentem sintomas mais graves (15%)
  • Internamento hospitalar para os casos críticos (5%)

Jogando com o aumento de casos que já hoje tivemos e que se deverão manter nos próximos dias, amanhã irá entrar em vigor uma “Cadeira de prioridades” para testar para o COVID-19.

Nos casos prioritários estão os doentes para internar, recém-nascidos, grávidas e profissionais de saúde sintomáticos. A norma que o estabelece pode ser aqui consultada.

Em caso de apresentar sintomas coincidentes com os do vírus (febre, tosse, dificuldade respiratória), as autoridades de saúde pede que não se desloque às urgências. Ligue para a Linha SNS 24 (808 24 24 24).

Em dia de 630 novos casos, entramos na fase de mitigação
Voltar ao topo